Em que tempo estamos? O governo humano

É do conhecimento de todos que o homem foi comissionado por Deus para governar sobre a terra. Penso que nestes últimos dias essa passagem das Escrituras Sagradas é uma das mais citadas, principalmente por aqueles que acreditam ser possível um governo político-social liderado por cristãos. Não que eu seja contra cristãos se candidatarem a cargos eletivos, até creio que Deus chamou alguns para isso, porém penso que alguns detalhes não estão sendo levados em conta nessa história toda.

Em primeiro lugar não devemos esquecer que quando Deus deu a ordem ao homem de povoar a terra e governar sobre ela, o homem estava debaixo da orientação e amizade de Deus, com o qual conversava todas as manhãs em uma intimidade nunca mais praticada por alguém na terra. Deus mantinha contato íntimo com o homem conversavam sobre tudo e com certeza o homem colocava em prática as sábias orientações que o seu Pai lhe dava. Contudo em um dado momento dessa história algo deu errado, surgiu a figura do diabo dizendo para o homem que a ‘morte’ consequente da desobediência, era um preço vil diante da possibilidade do “conhecimento do bem e do mal,” ou seja, PODER, que advinham da fruta ao ser degustada. Feito isso, o homem perdeu a inocência, o mal se instalou e o governo da terra passou a ser do diabo. (Jo 14:30) Portanto, num exercício lógico de raciocínio, enquanto o diabo não for expulso da terra não haverá possibilidade de um governo de Cristo se instalar definitivamente por aqui.

Em segundo lugar penso que um governo cristão mesmo que representado por homens, deveria seguir as diretrizes de Jesus Cristo, Ele seria de fato o Rei o governador, o poder seria emanado dEle para os homens que o representariam, ok? Pois é aí que mora o problema, pois Cristo não esta aqui na terra para governar, e esta história de homens governarem representando Cristo está historicamente fadada ao fracasso. Está comprovado desde Moisés que não existe governo justo e correto se for praticado por homens. Aliás, foi por isso que Deus o Pai enviou Jesus Cristo, deus-homem para nos resgatar da maldição do pecado que está em nós desde Adão, e que nos justifica diante do Pai para que sejamos aceitos por Ele para vivermos juntos em seu reino, o reino de Cristo onde Ele é rei e governa com justiça. Sinto decepcionar alguém, mas governo justo só quando Cristo descer na terra e pessoalmente instalar o seu reinado, fora disso não existe possibilidade.


Em terceiro lugar, devemos prestar atenção sobre os sinais que diariamente percebemos, nós que estamos atentos, acordados e sóbrios, a respeito da implantação gradativa do governo humano sobre a terra. Governo este, que recebe poder do seu deus satanás, para enganar e subjugar os povos e nações da terra (Ap 13:1-2). Não quero discorrer sobre notícias longínquas, nem dar palpite sobre coisas difíceis de entender, quero apenas que você pense e tire suas conclusões, sobre fatos do nosso cotidiano. Estamos debaixo de leis que contrariam a palavra de Deus e vão contra os ensinamentos de Cristo, leis que pregam a liberdade do homem pelo seu pensamento, o que o homem pensar que é certo se torna certo, mesmo que isso seja blasfêmia ao Criador. Leis que contrariam o poder dos pais na família, aliás, leis que são contra a formação da família como Deus pensou. A Lei Maria da Penha, que é uma lei boa, gerou um problema que está difícil de controlar, aumentou 3x mais o assassinato de mulheres. Como resolver isso? Pois é, fica difícil quando se legisla sem se levar em conta a vontade de Deus. Os homens fazem uma lei para resolver um problema e criam outro, porém eles não admitem que estejam governando sem Deus.

No Brasil e também em vários países está acontecendo um fenômeno político que explica bem a implantação do governo humano, não existe mais distinção entre governo e oposição, todos estão na mesma trincheira defendendo, segundo eles, o bem estar do povo. Unidos pelo bem comum, parece bonito, mas é um sinal contundente de um governo mundial, que recebe poder de satanás para implantar o “seu” governo, que é um sonho antigo.

Nas últimas eleições já vimos de tudo, políticos que antes eram inimigos, sorrindo juntos. Jogaram no lixo a ética, a moral e a decência. E tudo isso pelo PODER. Para governar vale qualquer coisa. Por causa da sede pelo poder a qualquer custo, eles mentem, enganam, roubam e vão à igreja para enganar os incautos.

O exemplo mais concreto que vemos no Brasil hoje é o ex-presidente Lula que provocou um alvoroço ao aparecer abraçado ao lado de ninguém mais que, Paulo Maluf. Pode? E a União Européia que quer criar um superministro da economia unindo todos os países do bloco europeu, ministro este que seria independente dos governos aliados, não seria subordinado aos presidentes dos países e sim representaria os interesses da UE que já tem uma moeda só, o Euro. Tudo isso e tantas outras notícias, pequenos detalhes, que por não ter destaque na mídia passa despercebido por nós. Sem sombra de dúvida o pano de fundo do governo do anticristo já esta pronto, os detalhes já estão sendo formalizados e as profecias escatológicas vão se cumprindo uma a uma.

Isso tudo está acontecendo baseado no homem e seu desejo de poder, de manipulação, de dominação, justamente por isso é chamado de “governo humano”, pois é alimentado pela ganância, pela inveja e desejo inerente de dominar. O grande problema é que o deus desse século, desse mundo é satanás. Então, estão juntos o desejo humano de dominar e o poder de satanás para enganar, e a fórmula para o governo mundial está pronta.

Para encerrar quero chamar atenção para um fato muito importante, a torre de Babel. Deus confundiu a língua dos homens que tentavam construir um símbolo de poder e dominação, Deus queria que eles se espalhassem pela terra e estivessem debaixo do governo do próprio Deus, porém eles se uniram para terem mais força e poder, porém sem o governo de Deus, se Ele permitisse isso seria a desgraça total da raça humana, porém agora, que Cristo Jesus estabeleceu um caminho de salvação por sua morte na cruz, os homens terão a chance de mais uma vez serem convencidos que eles não podem exercer poder sem o dono do poder: Deus onipotente.

Embora os homens não aceitem, está provado que sempre que os homens se unirem debaixo de um único governo que não seja Jesus Cristo haverá, escravidão, avareza, injustiças e desgraças.

Pr. Enoque Müller Pedroso nasceu na cidade de Canoas/RS. É Técnico em Eletromecânica, formado também em Teologia pela EETAD (Escola de Educação Teológica das Assembleias de Deus). Em 2006 deixou um promissor emprego na secção administrativa, do setor de manutenção mecânica de uma grande empresa no ramo do vestuário, para assumir em tempo integral o ministério.

One thought on “Em que tempo estamos? O governo humano

  1. DEUS FRACASSOU EM GOVERNAR A TERRA PORQUE TEM RELIGIÃO DEMAIS E AQUELES QUE MATAM EM NOME DE DEUS QUE NÃO FAZ NADA DEUS E DEUS FAS CATASTROFESE DAS DESGRAÇAS AONDE SO TEM INOCENTES COMO VITIMAS E TEM GENTE ENRRIQUECENDO EM NOME DE DEUS A DESCULPA E LIVRE ARBITRIO E FE VERDADEIRA DESCULPA ESFARRAPADA O QUE ESTA FALTANDO VERGONHA NA CARA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.